domingo, 14 de março de 2010

Temporário


Desempregada e durassa, aceitei a proposta de um emprego temporário para cadastramento dos alunos das escolas municipais aqui de Petrópolis.

Fácil!! Com um notebook em punho, era só visitar as escolas e preencher os dados das crianças com as fichas que a diretora fornecia.

Fácil?? Quem foi o cretino que falou isso??

Algumas escolas são organizadas, as fichas são claras e bem escritas, outras, parece que passou um furacão pelos arquivos e você leva meia hora para recolher as informações de cada aluno. E tem as fichas incompletas: os pobres coitados não possuem data de nascimento, endereço, o nome da mãe é o mesmo do pai, o cep pertence a alguma cidade da Austrália...

É um exercício de paciência, mas também um aprendizado. Por exemplo, aprendi a escrever Stephanie de várias formas diferentes:

Stefanie

Estefanie

Stephannie

Stephanny

Sthefany

Esthephanny

É um leque de opções de mal gosto.


Tem os nomes estranhos:

Zuzelândia

Atarchechis

Zucarina

Melidiosa

Patrimonia

Rauaynne


Tem os criativos:

Maicon Jefferson (Homenagem a Michael Jackson)

Maricleisson (Mariana + Cleisson)

Dione (Johnny)

Brenda Lee

Enix (Acho que o pai era fanho e queria registrar Fênix)

Bleno (Juro!!!)


Tem aqueles sobrenomes que se deve olhar letra por letra senão erra com certeza:

Schimidt

Kreischer

Bryisthermicles

Valmoysthher


E tem aqueles pais sem noção que não abrem mão de nenhum sobrenome de todas as gerações da família:

Walter Antonio da Silva Santos Xavier Pereira de Souza Carvalho Lopes e Castro.

Precisa disso??


E depois de uma equipe de 25 malucos cadastrarem os 40 mil alunos em duas semanas (ufa), hora de fotografá-los. Hora de enlouquecer de vez. Depois de encontrar o ‘José da Silva’ no cadastro dos 40 mil e confirmar nome de pai, mãe e data da nascimento, ajeita o sujeito na cadeira: desencoste e sente na beira da cadeira, fique ereto, levante um pouco o queixo, tire o cabelo do olho e clique.

“Ahhh tia, essa ficou muito feia, posso tirar outra?”

“NÃO!! Próximo!” (Não é maldade, é agilidade! Ninguém fica bonito numa foto de web cam mesmo, pra que tentar outra?)


Deus, permita que isso acrescente alguns passos meus a caminho do céu!