sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Dramática demais...


Os motivos – desculpas – são vários, mas são os mais comuns possíveis. Qual a mulher que nunca ouviu na hora de ser deixada aquela conversinha de que ele precisa de mais espaço, ou de que não quer se envolver para não se machucar outra vez (sempre existe uma paixão ardente antes de você), ou que precisa de mais tempo para se dedicar ao lado profissional, ou que está cheio de dúvidas e precisa de um tempo para pensar, bla bla bla bla bla.

E a punhada final vem com o clássico: “Você é perfeita, o problema sou eu”.

No inicio você só chora, afinal amava loucamente aquele homem e achava que tudo seria lindo para sempre. Depois se pergunta o porquê (claro que as desculpas esfarrapadas dadas por ele não colaram) e começa a se culpar. Esse estágio pode durar semanas e o grande perigo é você se achar tão terrivelmente culpada que o procura a cada duas horas para pedir que a perdoe e volte. Para de comer, de sair e só fica na cama com a TV ligada em algum filme trash de amor. O som ambiente é uma canção que deixaria até o mais otimista mortal na fossa.

Ele reaparece para pegar algo que deixou em sua casa e sem o mínimo de amor próprio você se joga em suas pernas pedindo para que nunca mais se vá. Ameaça terminar com a própria vida falando com ele que a mesma não faz mais sentido desde o dia em que a deixou. Drama pouco é bobagem. Já que é para implorar, que seja direito. Ou ele fica (o que acho muito difícil) ou sai correndo e não volta nunca mais.

O próximo estagio é encher a cara e dar para o primeiro fanfarrão que cruzar o seu caminho. E depois o segundo. Quem sabe um terceiro?

Mas não adianta. Falta o cheiro dele...

E entre buscas desajustadas de esquecer aquele que você pensava ser o homem da sua vida, entre dias de trabalhos estafantes, contas para pagar e vários detalhes para resolver, você vai esquecendo. Vai percebendo que acabou. Não é de uma hora para outra, não é do dia para a noite, mas passa. Acaba. O drama vai ficando para trás e o que era uma total tragédia vira comédia em três atos.

Conhecer alguém legal nesse ponto é coisa certa, afinal você está outra vez se amando e confiante de que nada no mundo é culpa sua.

E quem sabe dessa vez não é mesmo o grande amor de sua vida? Mas pise com um pé de cada vez...

14 comentários:

Cão Pelado disse...

Se entregar assim não é fácil e sem querer acaba sendo irresponsável...por isso se deve saber escolher e com a escolha certa saber cultivar pra depois não sofrer...

Passa lá e comenta tb:
http://caopelado.blogspot.com/

Nina disse...

seu texto pegou um ritmo muito bom, sinto uma musicalidade. os dramas. o que seriamos sem eles? é bom aproveita-los as vezes, mas, exagero nunca é bom. parabens pelo blog!

oquetemdentro disse...

Eu nunca fui do tipo dramática em relacionamentos. Alguns até me achavam fria demais por não ficar tão na cola, acho que era algum tipo de defesa minha, sei lá.
As vezes até me arrependo de não ter sido tão 'chorona' quanto fui. Acho que isso é importante pro nosso viver, néam. Se entregar, lutar, se humilhar se for preciso pra ver o que acontece. Gostaria de ter dito mais: 'pelo menos eu tentei'. Mas tudo bem, fui abençoada de qualquer maneira. ♥

Mudei pro wordpress e tá tão bom! Brigada por ter passado lá, Rê!

Um beijo enoooorme! :)

Fabricio bezerra da guia disse...

seu blog é ótimo.as leitoras devem ler com vontade seus textos.os leitores homens tambem pegam um pouco desses conselhos nas entrelinhas pra si tambem

1 Lênin 1 Blog! disse...

Se não aconteceu ainda é porque ainda não era pra ser!

Balaio Furado disse...

Bem...bem dramático, mas a vida é um drama mesmo,né? Ah é verídico tbm. Me fez lembrar Paulo Coelho, tem gente q acha essa anologia excelente, outros n. Prefiro n me pontuar em nenhum dos dois casos. Adorei a fotografia desse post, é sua?
Belo blog.

Gutt e Ariane disse...

O Fim nunca é agradável, mesmo quando conciliatório. Porém, o PERMITIR-SE seguir adiante é a decisão mais derradeira a ser tomada. Demora um pouco, e as lembranças pmartelam um pouco na cabeça, mas... a vida tem de seguir!
Quem não garante que o próximo relacionamento não ira superar em tudo o anterior?? Dê-se uma chance e descubra!

Rodrigo The Rock disse...

Renata, falar sobre relacionamento sempre é complicado e seu texto é muito interessante. Já pensou em escrever sob a perspectiva masculina tb?
Parabens pelo blog.
Bj

PS: Vc é muito bonita. Se puder me visite: http://rodzonline.blogspot.com/

Renan Barreto disse...

Bem... eu já usei esse "Você é perfeita, o problema sou eu", mas realmente era. Acho que quando falamos isso não é por mal, mas é para não magoar alguém que se importou conosco.

Bjão!!!!!!!!!

Ana disse...

homens são objetos. use-os, troque-os kkkkk

Paulo Tamburro disse...

OI RENATA, não achei dramática demais, mesmo!

Os sentimentos só emergem, em quem os tem para repartir, nos corações que ainda estão batendo, enfim...

Sabe Renata, a questão é que existem muitos vodus, entre nós que não têm nada a nos acrescentar.

Então, para os que convivem com as emoções intensas e à flor da pele, nesta escuridão, sentem-se caretas, dramáticas,porém o essencial da vida é ser como você se expõe.

Muito bom, minha cara amiga e um abração carioca.

Paulo Tamburro disse...

RENATA , ESTOU PRECISANDO URGENTE DE VOCE NO BLOG "FOTOFALADA".

RECEBI TRÊS POROPOSTAS IRRESISTÍVEIS E GOSTARIA QUE VOCÊ ME AJUDASSE.

ESPERO.

UM BEIJÃO CARIOCA.

Homenzinho de Barba Mal feita disse...

Separação é algo muito delicado, invariavelmente alguém fica chorando, quando não são os dois que choram.

Eu mesmo tenho uma difculdade enorme para envolver emocionalmente, por isso que muitas vezes prefiro ficar sozinho, do que fazer alguém chorar por mim.

ஜॐஜღ Jéssycaღஜॐஜ ☆ disse...

Eu passei por isso nesse fim de ano...
Não muito no fim, mas em Setembro,era recente, nós estavamos apenas a tres semanas juntos, mas eu sempre me apeguei demais, de maneira muito facil - não sei ser 'morna'; pra mim é 8 ou 80 - e ele ainda eralouco pela Ex - que foi quem deu O chute, é claro. - e demorou um bocado, mas, aos poucos, está passando.

Hoje ele anunciou o namoro dela. Espero que dure mais dessa vez