quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Millôr, Millôr



Millôr Viola Fernandes, nasceu no Rio de Janeiro em 1923.
Cartunista, jornalista, cronista, dramaturgo, roteirista, tradutor e poeta brasileiro.
Nasceu Milton, mas graças a uma caligrafia duvidosa, virou Millôr, o que veio a saber na adolescência.
Desde muito cedo começa a trabalhar e aos 15 anos entra para a revista O Cruzeiro. Em 1946, faz sua estréia literária com o livro Eva sem Costela - um livro em defesa do homem, e sete anos depois é montada sua primeira peça de teatro, Uma Mulher em Três Atos. Em 1964 edita a revista humorística O Pif-Paf, considerada uma das pioneiras da imprensa alternativa, e quatro anos depois participa da fundação do jornal O Pasquim. Cartunista, vem colaborando nos principais órgãos da imprensa brasileira; cronista, tem mais de 40 títulos publicados; dramaturgo, alcançou sucessos com Liberdade, Liberdade (em parceria com Flávio Rangel), Computa, computador, computa e É..; artista gráfico, tem trabalhos expostos em várias galerias de arte do Rio de Janeiro e no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM/RJ. Faz roteiros de filmes, programas de televisão, shows e musicais e é um dos mais solicitados tradutores de teatro do país. Irônico, polêmico, com seus textos (aforismos, epigramas, ironia, duplos sentidos e trocadilhos) e seus desenhos constrói a crônica dos costumes brasileiros dos últimos sessenta anos.
Fonte: http://www.releituras.com/millor_bio.asp

É trabalho para se deliciar que não acaba mais. Veja só:

REFLEXÕES SEM DOR

· Quando uma aeromoça manda apertar o cinto, muito bem. Mas quando quem manda é o ministro da Fazenda?

· Pensar. Eis um verbo reflexivo.

· Um homem está definitivamente velho quando aponta para o próprio sexo e diz: "Isto é um símbolo fálico."

· Chato é o sujeito que não pode ver um saco vazio.

· Todo dia leio cuidadosamente os avisos fúnebres dos jornais; às vezes a gente tem surpresas agradabilíssimas.

· Nunca deixe para amanhã o que pode deixar hoje.

· Se a morte é fatal, por que será que todo mundo deixa o enterro pra última hora?

· Tem o cérebro de um verdadeiro computador: comete erros inacreditáveis!

· É preciso ter coragem. É preciso dar pseudônimo aos bois.

· Ah, se a gente pudesse empenhar as bodas de prata!

· Televisão — um veículo eletrônico com tração animal.

· Fofoca a gente tem que espalhar rápido porque pode ser mentira.

· Quando muita gente insiste muito tempo em que você está errado, você deve estar certo.

· Tempo é dinheiro. Contratempo é nota promissória.

· Eu só não sou o homem mais brilhante do mundo porque ninguém me pergunta as respostas que eu sei.

· Essa gente que fala o tempo todo contra a corrupção está apenas cuspindo no prato em que não comeu.

· De madrugada, o melhor amigo do homem é o cachorro-quente.

· O cara que gosta de arranjar encrenca cada vez tem que andar menos.

· O maior teste da dignidade é um trambolhão.

· Se eu não soubesse o valor do dinheiro não vivia botando ele fora.

· A ostra pode ser pai num ano e mãe no outro. Andrógino é isso aí. O resto é bicha mesmo.

· Quem se mata de trabalhar merece mesmo morrer.

· Antes de entregar sua declaração de Imposto de Renda verifique bem se você omitiu tudo.

· Uma linda mulher de quarenta anos: cara e coroa.

Do livro "Reflexões sem dor", Editora Edibolso S.A. - São Paulo, 1977

33 comentários:

Fabio disse...

realmente as suas charges sao excelentes!

J. C. David disse...

opa !! parabéns pela lembrança..millôr é um gênio e deveria ser mais valorizado..

você já leu, "o brasil é um país comunista" de mollôr, caso não..leia, é muito bom..

Euzer Lopes disse...

O dia que a Veja parar de publicar a página deste cara, juro que vai ser um dia triste.
É o primeiro lugar que vejo quando pego a revista

Luccannus - Jesum Christum est semper! disse...

Não conheço muito bem o trabalho e a vida dele, embora seja bem famoso.
Vou dar uma pesquisada por aí e vejo se acho algo mais.
.
Beijos. Fique com Deus, na Paz.

Wal Buso disse...

Muito legal...parabéns

vi seu endereço na comunidade do orkut...

bjo
Wal

Rafael disse...

Poxa, Millôr Fernandes é um gênio. Seus pensamentos são ácios e ele consegue transmitir isso para o público. Ele não faz apenas humor, ele tem sempre algo a acrescentar.

Visite-nos: www.hisdream.wordpress.com

Guilherme Santos disse...

ja conhecia seu trabalho
e adoro seus cartuns
mto legal

[Felipe Galvan] disse...

Millôr o dia que faltar... vai ser osso. Pq é um gênio. qdo eu crescer.

depois vá conhecer minhas listas no blog rs.

Descubra o Brasil disse...

O Brasil deveria valorizar homens como esse. Num país em que o BBB está no topo da audiência a situação é preocupante.

http://descubraobrasil.blogspot.com

Descubra o Brasil

Ana Lucia Nicolau disse...

Oi Rê! estou envolvida em alguns projetos interessantes tem sido complicado visitar os blogs que gosto (como o seu por exemplo). Hoje consegui visitar meus amigos blogueiros...
Quanto ao Millôr, concordo com alguém que comentou anteriormente ...Millôr éum gênio e deveria ser sempre lembrado e mais valorizado

Gessica Santiago disse...

· A ostra pode ser pai num ano e mãe no outro. Andrógino é isso aí. O resto é bicha mesmo.

A melhor õ/
realmente ele é muito bom !

Elcio Tuiribepi disse...

Sem teoremas...rs...digo que o Millor com certeza merece estar por aqui sendo ainda mais reverenciado. Pois sua obra riquissíma, ficou ainda mais conhecida devido toda a sua versatilidade como artista, é mais que merecedora, além do homem, pessoa humana...
Boa escolha...um abraço na alma e um ótimo final de semana...

Flá Romani... disse...

Millor é um gênio, assim como muitos outros... o que seria do mundo sem eles ????

Bjs

ViNícULa disse...

as charges dele são muito boas

pena que não consigo achar muitas delas espalhadas por aí
com a mesma facilidade que acho bobagens sem graça


mas cultura é sempre uma boa opção para se ler

Lucas Fernandes disse...

Rê,

O Millôr é uma figura sem igual, que sente prazer no faz e por isso, faz tão bem.

Tive contato com uma coletânea de O Pasquim, e ver/ ler Millôr é simples redescobrir o jornalismo, a literatura, o cartum.

E de todos os homens que travaram batalhas contra os generais durante a ditadura, Millôr e Chico foram, sem dúvida alguma, os mais hábeis e inteligentes deles, por lançarem mão de anedotas, frases humoradas e, no caso de Buarque, heterônimos.

Abraço.
______________________________________
http://semfronteirasnaweb.blogspot.com

Wander Veroni disse...

Oi, Rê!

O Millôr é uma figuraça da comunicação, uma história viva. O seu post é uma homenagem a ele, com toda certeza. Adorei!

Bjs,

=]

-------------------
http://cafecomnoticias.blogspot.com

30 e poucos anos. disse...

Humor fino e inteligente.

Rosangela A. Santos disse...

Já vi alguns do seu trabalho mas não sabia o "curriculum" dele.

E realmente um homem muito inteligente, merece ser sempre citado.

abç.

Deka Silva disse...

Sou fã de Millôr!
Adorei as frases...

Rosangela A. Santos disse...

Oi??

Olha eu de novo apreciando o seu blog.. rs

Abç.

Kelly Jessie disse...

"Essa gente que fala o tempo todo contra a corrupção está apenas cuspindo no prato em que não comeu."

É vero!!! hauhauahuahua

Carlos Junior disse...

boas charges

parabens

Leandro Kerr disse...

Ótima postagem !

Sério , adorei !

Parabéns !

A'ZaF disse...

Caramba, (não vi o vídeo pq to atrasadão pro trabalho :x) mas a postagem das reflexões foi fodástica hahahaha

favoritei aqui, quando voltar do trampo eu venho ver o vídeo

abraços

http://paranoiaelucidez.blogspot.com/

Carlos Junior disse...

te vi na comu
vota la no meu blog
por favor
tamos concorrendo a melhor
valeu

VASCO MINHA PAIXAO

http://linksdovasco.blogspot.com/

∞Hamster∞ disse...

HAUHAUAHUAHAUHUHAUA
Millôr é muito bom mesmo!!!

Pedro Luso de Carvalho disse...

Rê,

Escrever sobre o Millôr Fernandes é covardia (força de expressão, claro); se me perguntassem quem poderia estar no mesmo nível do Millôr, citaria dois nomes: Luis Fernando Veríssimo e Woody Aleen.

Abraços,
Pedro

Paulo Tamburro disse...

falar o quê? só marcar a presença.nada a acrescebtar.muito bom

Homenzinho de Barba Mal feita disse...

Eu adoro as crônicas dele na Veja. Não sabia das muitas facetas do Millôr, que foi dita em seu post.
Essas frases dele são ótimas, ele tem um humor muito refinado.

milf disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
milf disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
milf disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
milf disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.