terça-feira, 14 de dezembro de 2010

E quem não gosta de pepino?*

O cheiro de alecrim mantém a pessoa alegre, é símbolo de amizade.

Hoje a alegria foi geral!

Estava escrevendo um texto sobre ‘dezembros’, mas tenho que adiá-lo para falar de felicidade sem fim. (Não vou adiá-lo para janeiro, assim espero. Só um pouquinho.)

Felicidade é simples: é passar o dia GARGALHANDO com amigos.

Renato, meu querido amigo, companheiro de palco, músico excepcional, fez aniversário e reuniu a ‘nata’. Bora fazer feijoada as vésperas do verão que vem chegando? Em plena segunda feira?? Isso vai dar certo??? Se regar com caipirinha não pode dar errado! E não deu. O calor estava de fritar os neurônios, mas o povo foi chegando tranqüilo, sorrindo, só abraços e muita, muita coisa boa pra contar. Do cotidiano às pérolas absurdas que só escuto com esses amigos loucos que aprendi a amar...

“Eu já fiz um monólogo s-o-z-i-n-h-a!!!” – essa já virou bordão entre nós e nesse dia foi repetida exaustivamente... rs

“Aiii, credo, bicha não, homosexual! Bicha é aquela coisa que dá na barriga!!!” – Carlos Frederico Thomas, quem mais podia ser?

“E quem não gosta de pepino? Pepino está presente na vida de todos, em todos os momentos e se no fim tudo der errado a gente empurra o pepino pra Deus!” – isso é quase uma filosofia de vida!

“Estamos até animando velórios e já fizemos uma versão em hip-hop para Segura na Mão de Deus. O povo até esquece de enterrar o defunto para dançar.”

“A vidente cega já está chegando para iniciarmos os trabalhos. Dona Juju vê tudo, mas não enxerga!”

“Vamos cantar!!! Como é mesmo aquela música?? Nãooo, aquela... aquela... aquela... Vou sair de perto pra me concentrar." – depois de muitas caipirinhas ninguém lembra letra de nada.

“As pessoas vão cantando e vão entregando a idade, né? Lembrar dessa música de 1905 não é pra qualquer um não!!!”

“Vamos cantar parabéns em que versão? Popular, Xuxa, Lulu Santos, Marilyn Monroe...? Vamos cantar em Hebraico!!!”

Ahhh... teve muito mais, mas com a mente afetada de cachaça das 14h às 22h fica um pouco difícil relembrar os detalhes desse dia fantástico. Mas fica a lembrança do sorriso e brilho nos olhos de Renato e espero que em seu coração fique a certeza de que ele é muito amado por seus amigos. Uma pessoa pura e cheia de sabedoria que nos acrescenta vida, amor e felicidade sempre.

* O título é uma frase solta, simples, perfeita by Fernando Vianna!

9 comentários:

Betty Gaeta disse...

Oi Rê,
Estou rindo muito com a história da bicha e homossexual! Várias pérolas que nunca li ou ouvi!
Bjkas e uma boa noite para vc.

http://gostodistonew.blogspot.com

William disse...

Lendo seu depoimento fica a nítida impressão que a felicidade está acima de tudo e mesmo que, em alguns momentos a memória "falha", o que interessa é o que fica.
Isso é bom.

disse...

Ahhh Betty, o que sobra nesse povo aqui, além de alegria, é criatividade.
rsrsrrrsrsr

Nina Oliver disse...

Rê, senti tua felicidade só de ler! huehuehue fiquei até com vontade de estar lá, mas pra mim sem a caipirinha né?! huheuheu beijinho querida

Flávia - Compartilhando Idéias... disse...

Essas pérolas nas rodas de amigos são demais, são as coisas que mais nos fazem rir!
Hum, que saudade dos meus amigos!!!

Beijão querida!

Solange disse...

Rê...
obrigada por ter me convidado para essa festa!!!
vc não existe, ou melhor, vc existe e prova pra todos !!

bjs.Sol

ღ Sensivity ღ disse...

Que legal! Esses momentos são inesquecíveis. Com certeza é uma das melhores coisas da vida: dar gargalhadas com os amigos. Beijinhos.

Marcos de Sousa disse...

Morri de rir com o texto.

Nada melhor que momentos com os nossos amigos.

OBS.: A frase do pepino foi a melhor. hauahasuashsausa

Beijos

disse...

Amigaaa... só de ler estou eu aqui, rindo feito uma boba em frente ao pc, imagina assentar-se entre vcs... certamente dias assim merecem mudanças de planos.... Bjos p vc e parabens ao Renato!rsrsrs