quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Mais uma vez, luto em Petrópolis.


Luto por toda a Região Serrana do Rio de Janeiro. E digo mais uma vez porque sendo moradora vejo isso acontecer ano após ano e só vai piorando.
Ontem passei o dia em casa acompanhando as notícias e a cada hora as imagens ficavam mais assustadoras e o número de mortos só aumentava. Nesse momento - 09:47h - o número de corpos encontrados é de 352. Muita gente desaparecida, pessoas que foram levadas pela enxurrada de água, lama, árvores, pedras...
Está dificil escrever. Muita coisa passando pela cabeça, mas dificil colocar em linhas aqui.
A ajuda as vitimas se faz necessário agora, entretanto a melhor ajuda deve ser feita ao longo do ano, com medidas preventivas para que tragédias como esta não aconteçam mais. A mobilização que se faz para ajudar a todos nesse momento tão dificil deve também acontecer para cobranças ao governo que simplesmente fecha os olhos em épocas de calmaria para o crescimento desordenado da cidade que vai tomando conta de encostas e beiras de rio.
Em 1988 a tragédia que matou 172 pessoas, aqui, na frente da minha casa, foi sanado com o reflorestamento do morro. Mas o número de casas 23 anos depois quase triplicou. E aí??? Haja reflorestamento para segurar tanta construção irregular. Cade a fiscalização? É isso.... é isso!!! Não há fiscalizaçao, não há preservação, não há prevenção, não há nada!!!!!
E agora, para muitas famílias, não há mais nada mesmo. Só dor!

Petrópolis

Teresópolis

Nova Friburgo

A Prefeitura de Teresópolis abriu uma conta exclusiva para receber as doações. Com o nome de “SOS Teresópolis – Donativos”, a conta corrente está disponível na Agência 0741-2 do Banco do Brasil, com o número 100000-9.
E a Cruz Vermelha e vários postos de arrecadação estão recebendo água potável, colchões, material de limpeza e higiene pessoal, alimentos não pereciveis e roupas pessoais, de cama e banho.

Choro pela minha cidade. Pelo descaso que ela sofre ao longo dos anos...

16 comentários:

Dona Sra. Urtigão disse...

Olá, Rê
Concordo plenamente com voce quanto a dor que sentimos por compaixão ou por identificação, quando já passamos por isso. Concordo com a necessidade de se cobrar dos governos atitudes de controle ( IRC! Essa palavra foge dos conceitos democraticos) da população quanto á invasões, etc. Mas e a responsabilidade do proprio, que por sei lá quantos motivos - e sei, pois até hoje pago aluguel porque sempre paguei aluguel caro para morar fora de risco e mesmo assim, tres vezes fui diretamente atingida...( O lugar não era assim essa segurança), mas se constroi nos lugares "convenientes", sem pagar taxas, ou molhando a mão do funcionario para a licença indevida sair e depois a culpa e do governo.
E PLANEJAMENTO FAMILIAR, senão, morre um mora outro no mesmo lugar.

Daniele Barizon disse...

Uma tristeza, minha amiga...

Tão absurdo que parece irreal :-(

Bjs!

disse...

Voce tem razão...
É um somatório de atitudes inconsequentes!!!
E, infelizmente, acho que a tendend=cia é sempre piorar!!!

Marcos de Sousa disse...

Tem alguns selos para você lá no meu blog. Depois passa lá para buscar!

http://omundosobomeuolhar.blogspot.com/2011/01/reaprendendo-voar.html

Beijos

* _ Pri CastRo _ * disse...

Pois é Rê...
Dá uma sensação de impotencia...A espeança vai brotar como num solo desse?

E aí eu pergunto:Vai ter Copa aki?Olimpiada?
Até qdo Dona Dilma!

Todo meu carinho pra vc flor...chorei vendo os fatos daquie de bem longe...magine vc dentro da trgédia...

Conte comigo!

disse...

Obrigada Querida,
Conto com vc sim, ajuda sempre é bem vinda e necessaria nesses casos.
Por favor, DOE, o que for. Procure a Crus Vermelha mais próxima para isso.
Ajuda esta chegando de toda parte mais ainda é muito pouca!!!
Bjs

.:. Cep próprio .:. disse...

Selo pra tu no blog! :)

meus instantes e momentos disse...

isso dói muito...
que cada um faça sua parte e de um pouco de si.
Maurizio

disse...

Estamos fazendo Maurizio.
Infelizmente o ser humano como um todo tem a péssima mania de só agir depois que a catastrofe acontece.
É um alento que em pelo menos nesses momentos haja ação, mas deveria ser muito mais...
Bj

ticamaria disse...

Rê, querida. Estou acompanhando seus posts e tb pela tv. Obrigada por disponibilizar a conta para deposito. Infelizmente estou, além de longe demais, sem condições de ir praí, apesar de ter tentado. Meu Tio tem um Regúgio(N.Sa. Graças) aí em Tresópolis, onde estão acolhendo e cuidando de muita gente. Estou orando por vcs todos. Por favor, me diga como VC está. bjs e meu carinho. Marta

disse...

Marta, o Centro de Petrópolis, que é onde eu moro nao foi atingido. Estamos bem por aqui. Bem no sentido de seguros, pq bem mesmo ninguem está!
Hoje estive por alguns lugares que foram atingidos junto com alguns amigos para levar ajuda e a situação é de sentar e chorar. Cenário de guerra.
Muito, muito trite. É surreal!
É inacreditavel o que aconteceu.
Posso colocar aqui milhares de formas para descrever tudo que aconteceu que ainda é pouco para realmente entender o que se vê por ali.
LUTO...

Néia Lambert disse...

Rê as fotos são tristes e ao mesmo tempo revoltantes, quanta falta de atenção do governo com o bem estar e a segurança da população.Até quando?
Beijos

Mulher na Polícia disse...

Pensei muito em você esses dias, minha linda.

É agora a hora de levar muita esperança e força para o povo carioca.

Vamos torcer para que nossos governantes se preparem melhor para possíveis situações como essa.

Um beijo, querida, te cuida, tá?

disse...

Amiga, não ha o q dizer, so lamentar.
Pelo menos no momento! Ha alguns meses escrevi no meu blogg sobre politicas publicas no RJ, nem sonhava q o pior ainda estaria por vir...
O carinho que tenho por vcs,a admiração pela beleza serrana e a essencia humana q esta em nos brasileiros, me faz chorar c vcs nesse momento.
Aqui em Sp as coisas tb nao andam bem por conta das chuvas, mas dores nao podem ser medidas, nem tampouco comparadas.
Espero do fundo do meu coração q providencias sejam tomadas, para q daqui ha alguns meses , nao estejamos novamente chorando as perdas , por falta de medidas cabiveis de nossos governantes....

Carol Morais disse...

Renata, te vi lá seguindo meu blog. Vim aqui. Que espaço mais bonito. Que prazer em ficar aqui e te ler.
Te sigo! Sempre, se permitir!
Um abraço, minha querida

Mandy Marques disse...

É, de fato não se tem um resultado a longo prazo se só ajudarmos as pessoas que perderam tudo e não fizermos campanhas para a preservação do meio ambiente e a fiscalização da construção de casas/barracos em locais proibidos. Porque logo mais, ou menos chove outra vez e as pessoas perdem tudo de novo.