sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Fui enganada...

.... eu e dois terços da população da Terra. Só não se sente enganado quem nunca ouviu falar em Lance Armstrong.


Acompanhei varias edições do Tour de France na época do Hepta como fã, torcedora, admiradora. Vibrava como qualquer brasileiro vibra em final de Copa do Mundo. Achava realmente que o moço era um fenômeno. Cheguei a publicar aqui no blog, quando ele retornou em 2009, uma matéria que se intitulava Monstro Genético, pois assim o via.
Tudo caiu por terra.
Ontem assistindo sua entrevista para Oprah, onde admitiu todas as mentiras ditas por uma década ou mais, me senti uma tola. Me senti traída.
Acredito que muito pior que a cultura do doping dentro do ciclismo (ou qualquer outro esporte), pois sabemos que talvez apenas uma meia duzia competem limpos, é a grande mentira que se foi confirmada por anos a fio. O cara é o Golpista da Década. Ele afirmou sua mentira tantas vezes que acho que realmente acreditou que não estava fazendo nada de errado.
Admitiu quase uma máfia de distribuição de drogas, transfusões de sangue e todo um esquema para não ser pego nas nos testes anti doping.
Um trapaceiro canalha. São as unicas coisas que consigo pensar agora.
Mas a sensação que ficou ontem assistindo a primeira parte da entrevista é que não há arrependimento de tudo que foi feito para conseguir chegar onde chegou, mas sim um arrependimento enorme de ser pego e não conseguir mais manter suas mentiras.
Cai um mito... e já caiu tarde...

Nenhum comentário: