quarta-feira, 4 de março de 2009

Santa Madre Igreja Salve Salve

Em Pernambuco uma menina de 9 anos foi estuprada pelo padrasto. Notícia comum nos dias de hoje em nosso Brasil. A coisa se complica quando se descobre que a menina está grávida. De gêmeos. A mãe, depois das quixas da filha de dores abdominais a levou ao posto de saúde onde se descobriu que a menina estava na 16ª semana de gravidez. Uma menina de 1,33 e um pouco mais de 30 quilos sem seus órgãos completamente formados.

E aí?
O que fazer?
A família junto com a menina e médicos optaram por um aborto.
O aborto é liberado pela justiça em alguns casos de estupro com gravidez de alto risco. No caso da menina, incluia os dois.
Aí entra a Santa Madre Igreja Salve Salve.
A Igreja católica tentou impedir o aborto (O procedimento ocorreu hoje pela manhã) e ameaçou entrar na justiça. O arcebispo Dom José Cardodo Sobrinho proclama as leis de Deus e disse que a menina e sua familia tinham o dever de levar a gravidez adiante: "a violência sofrida pela menina não justifica o aborto. Devemos sempre salvar vidas'.
Conclusão: Agora estão todos excomungados. Menina, familia, médicos...
A advogada da arquidiocese ainda alega que a menina queria ficar com as crianças.
Será que uma menina de 9 anos tem discernimento para tomar uma decisão, ainda mais numa situação como esta?
Mas o que poderíamos esperar da Igreja?
Uma igreja que excomunga até quem usa camisinha e toma pílulas. Se estivéssemos na época da inquisição iriam todos para a Fogueira!

31 comentários:

~ a Juh! disse...

Essa é realmente uma das coisas que por mais que a gente tente, não consegue entender. E isso revolta.

Ótimo post.

Beeeeeeeeeeeeijos

Delfim Peixoto disse...

As Leis de Deus e as Leis dos Homens... e os Padres são homens... e DEus é... Deus...
" O que fizerem ao mais pequenino de vós, será a mim que o fareis"


Um caso dificl... mas em Portugal, se a gravidez fôr causada por violoação, o aborto tem cobertura legal... mas nestes assuntoa, acho que o Padrasto deveria ser " comido " por um elefante..." e a menina antes de mais nada tem de ser aconoanhada osicologicamente... no fundo, fiquei sem palavras e já estou a saltar na cadeira...

Ana Célia disse...

QUE ABSURDOOOO!
"a violência sofrida pela menina não justifica o aborto. Devemos sempre salvar vidas".

Pra que? Pra qdo os gemeos nascerem serem estuprados por esse padrasto também? Esse padre deveria tomar o c***, isso sim!

Ana Célia disse...

QUE ABSURDOOOO!
"a violência sofrida pela menina não justifica o aborto. Devemos sempre salvar vidas".

Pra que? Pra qdo os gemeos nascerem serem estuprados por esse padrasto também? Esse padre deveria tomar o c***, isso sim!

Fernando Leroy disse...

RÊ, muito oportuno esse post. Compartilho com vc a mesma causa. A Igreja é retrógrada, não acompanha as transformações da sociedade e se prende a costumes de séculos. Sou católico, mas muito decepcionado com os deslizes dessa religião. Bjo!

Renan Barreto disse...

Rê, eu tenho uma opinião muito forte contra isso. Simplesmente o aborto nesse caso é justo. A Igreja sempre coloca essas barreiras de 2000 anos atrás. A gente tem que ver que não podemos ter conceitos de vida tão retrógrados. E gente, é uma menina de 9 anos, violentada pelo padrasto. Será que já não basta o estado psicológico da criança? Acho que se os gêmeos chegassem a nascer, teríamos 3 crianças com problemas. E pra terminar, Rê, eu não sei onde vamos parar depois dessa última do Collor.

Valeu!

eduardo disse...

A igreja tem que repensar mtu...

agora taum acusando pq abortaram o bebe de uma menina de 9 anos.. Oo

http://ovelhabebada.blogspot.com/

www.manufatura-nova.blogspot.com disse...

Sabe, Rê, quando vejo coisas como essa, a única coisa que consigo pensar é que a Igreja está precisando amar mais e rezar mais... Lei pela lei são palavras e ações mortas.


=/

www.manufatura-nova.blogspot.com disse...

Sabe, Rê, quando vejo coisas como essa, a única coisa que consigo pensar é que a Igreja está precisando amar mais e rezar mais... Lei pela lei são palavras e ações mortas.


=/

Moça do Fio disse...

Eu vi a matéria no Jornal televisivo e não pude, claro, deixar de sentir uma revolta. O arcebispo de Pernambuco tem uma postura convervadora ao extremo que em nada contribui para o maior número de adeptos na Igreja Católica.
Estamos passando por uma fase difícil, e a Igreja faz que os fiéis afastem-se dela cada vez mais.

No momento estou lendo "O queijo e os Vermes", de Carlo Ginzurg. A história passa-se na Medievalidade e narra o julgamento de um moleiro, o Menocchio. O que mais fascinou o autor do livro, e me fascina também, é a riqueza de detalhes do julgamento.
Nota-se que o fascínio inquisidor da Igreja não é de hoje.

Abraços.

Lyttah disse...

Incrivel como a igreja é estupida com uma coisa tão sensivel.
Eu particularmente sou a favor do aborto seja por qualquer motivo, penso dessa forma: "o corpo é seu, vc faz oq vc quiser."
E a igreja fala serio, ela se mete muito na vida das pessoas.
Pensei em comentar essa materia tbm no meu blog, mas é uma coisa tão polemica q sei lá né, uahuhauh...
Ah e eles falam em escomungar como se isso fosse algo importante.
Por mim, se me escomunga-sem não ia fazer diferença, to nem ai pra oq o padre e seus "compadres" pensa. xD
Mas fala serio, a igreja tem q cuidar da vida deles, e cair em cima da pedofilia em q muitos padres e seus "compadres" diseminam por ai.
Desculpe qualquer coisa, mas é q me revolto com essas coisas.
bju

~ a Juh! disse...

Tem presente pra você no meu blog ;)

Beeeeeeeeeijos

Lorrayne disse...

Realmente oportuno o post.

Hoje vi no jornal a versão da igreja contada pelo arcebispo. Argumentos totalmente despóticos. Faltou sensibilidade e compaixão.
Então, foda-se a vida da menina?
Vale tudo pra que os preceitos da igreja sejam seguidos, a vida não importa. Isso que percebi.

REVOLTA!

Mauricio Reyes Gularte disse...

revoltante...

graças a Deus a Igeja não tem mais a foça que tinha antigamente, se não estaiamos vivendo em um regime pior que a ditadura militar

Jéssica disse...

Que estupidez!

'a violência sofrida pela menina não justifica o aborto. Devemos sempre salvar vidas'

Quem iria salvar a vida dessa menina, gente?

Toda a história é repugnante. Me lembrei de quando tinha nove anos e parecia uma tripa, com as pernas de um sabiá, sou a totalmente a favor do aborto nessas circunstâncias. A Santa Madre Igreja Salve Salve [hahahahaha, adorei] só dá bola fora.

Um beijo, Rê!
Não deixe de ver os filmões!
;D

LETÍCIA CASTRO disse...

Rê, isso me revolta de um tanto que não consigo nem me exprimir direito. E tenho que me segurar pra não dizer um impaupério dos grossos.
Beijos pra vc!

Paulo Tamburro disse...

Renata, é por estas e outras que eu tento escrever humor.Alienção?É possivel!!!

Fernanda disse...

Onde ja se viu uma coisa dessas, uma criança de 9 anos nao tem nem como cuidar de uma boneca, imagina de duas crianças de verdade como ela, é um absurdo a igreja ficar se metendo na vida dos outros dessa maneira, um ABSURDO!

Kelly Jessie disse...

Iriam todos para a fogueira e mais...num contexto machista no qual a sociedade e a propria Igreja são baseadas, de alguma forma, a menina ainda seria responsabilizada...

Marquinhos disse...

hehe,,,,valeu pelo coment, pq realmente estagiario nao é mole...abraços...

Blog: Ramelaum disse...

foda opinar sobre isso, por um lado eu acho q deve abortar, mas pensa bem o trauma q ela vai levar pro resto da vida de ter tirado uma vida!
=/

http://www.ramelaum.blogspot.com/

Fernando Leroy disse...

Tem surpresa pra você lá no Circo da Notícia!

Fernando Leroy disse...

Tem surpresa pra você lá no Circo da Notícia!

Ana Paula disse...

Olá amiga, passei para desejar um feliz dia da mulher.
Beijos
Paula

K@RIN@.COM disse...

Achei isso o maior absurdo! Como a Igreja pode fazer uma coisa dessas! Estupro não coisa de Deus, ainda mais com uma criança!!! Pior de tudo foi ouvir do padre q o aborto foi um crime pior do q o próprio estupro! Meu Deus!!! Quando a igreja católica vai acordar??? Não consigo seguir uma religião por isso, eles querem impor coisas nas nossas vidas como se fossem os reis da razão, mas razão de q??! Acredito em Deus, mas não em religião.

Nat Valarini disse...

Bom dia flor!

Você está coberta de razão da cabeça aos pés.

é por essas e outras que deixei de ser católica, mas nem quero me ater muito a questão da religião em si, vamos voltar a falar da (má)postura destes camaradas de batina.

Meu, eu sou a favor do aborto incondicionalmente, não apenas em caso de estupro ou gravdez de risco. Eu não fico por aí estimulando as mulheres a fazerem o aborto, mas creio que esta decisão é, integralmente, da mulher.

No caso desta criança, que bom que a mãe teve a sabedoria de optar pela interrupção da gestação, pois filhos devem nascer do ventre de quem pode amá-los, cuidar, oferecendo condições de se tornarem pessoas de bem. Aí eu pergunto:
- Uma criança de nove anos, ou sua família teria condições psicológicas e/ou financeiras de proporcionar isto a estas duas crianças?
Eu creio que não!

Eu sou pró-aborto e não importa o que digam, não volto atrás!!!

Kiso

PS.: sou fã dos teus escritos!

http://garotapendurada.blogspot.com/

Fionna disse...

O melhor de tudo: a Foto do Post!
Nada mais adequado.

Julio Cesar disse...

Ciencia = Certa

Igreja = Errada



"Deus que me perdoe!"

Homenzinho de Barba Mal feita disse...

A Igreja católica ainda se prende a dogmas da era medieval. Esse caso mostra bem, que a igreja católica não evoluiu em nada, continua agindo de forma arbitrária, sem o dissernimento necessário.

Tongas disse...

Sabe, quando eu vejo estas opiniões fico me perguntando: O que aconteceu com as pessoas? Será que é uma postura errada defender a vida?

Em primeiro lugar, um crime não justifica outro. Se alguém matar o seu filho, você pode matar esta pessoa?
Se o corpo é nosso, e fazemos dele o que quisermos, onde estão as leis que amparam o suicídio?
A vida de uma menina foi destruída, e será que tirando mais duas vidas inocentes a vida dela será restituída?

As pessoas sempre estão tentando fugir de suas responsabilidades, e quem defende o aborto em qualquer ocasião só demonstra isto.
Coloquem-se não no lugar da mãe, mas no lugar das crianças que foram assassinadas. Quantas pessoas aqui foram fruto de "acidentes" e estão vivas por causa desta luta da Igreja contra o aborto?

Em momento algum estou defendendo a Igreja, pois eu sei que ela erra mais do que acerta. O que defendo aqui é o direito à vida.

Marcelo Braga disse...

Olha gostaria de primeiramente que a igreja não excomungou,mais quem em casso de aborto pelo codigo de direito canonico apos uma pessoa comenter um aborto provocado de sua livre vontade esta automaticamente excomungada.
Penso que você deveria ter um pouco mais de respeito com a igreja e suas normas e o uso da camisinha leva apenas as pessoas a terem relações sexuais,e como a Santa igreja Catolica Apostolica Romana tem como tradição a castidade ate o matrimonio,simplesmente por isso e que a igreja e contra o uso de camisinha e tomar pílulas que possam provocar o aborto ou impedir uma gravides que par nos membros da igreja e algo divino e o dom da vida e inviolavel.A vida é e sempre será nossa missão amamos a vida e cremos que a vida e dom de Deus,e ainda mais buscamos defender a vida desde a consepição ate a seu declinio natural.
A você minha cordial saudação fraternal:Pax et bonum!
Marcelo Braga.