quinta-feira, 17 de julho de 2008

Pablo Neruda

“É tão difícil as pessoas razoáveis se tornarem poetas,
quanto os poetas se tornarem razoáveis.”



Neruda foi um dos mais importantes poetas da língua castelhana do século XX.
Nasceu a 12 de julho de 1904, em Parral, no Chile. Prêmio Nobel de Literatura em 1971, sua poesia transpira em primeira fase o romantismo extremo. Depois veio a experiência surrealista. Marxista e revolucionário, ‘cantou’ as angústias da Espanha de 1936 e a condição dos povos latino-americanos e seus movimentos libertários. Diplomata desde cedo, foi cônsul na Espanha e no México. Desenvolveu intensa vida pública e foi indicado à Presidência da República do Chile, em 1969, mas renunciou em favor de Salvador Allende. Participou da campanha e, eleito Allende, foi nomeado embaixador do Chile na França. Morreu a 23 de setembro de 1973 em Santiago do Chile, oito dias após a queda do Governo da Unidade Popular e da morte de Salvador Allende.


‘’Quero apenas cinco coisas...
Primeiro é o amor sem fim
A segunda é ver o outono
A terceira é o grave inverno
Em quarto lugar o verão
A quinta coisa são teus olhos
Não quero dormir sem teus olhos.
Não quero ser... sem que me olhes.
Abro mão da primavera para que continues me olhando.’’



Algumas obras:

• Veinte poemas de amor y una canción desesperada.
• Tentativa del hombre infinito.
• Residencia en la tierra (1925-1931).
• Tercera residencia (1935-1945).
• Todo el amor.
• Las uvas y el viento.
• Odas elementales.
• Nuevas odas elementales.
• Tercer libro de las odas.
• Estravagario.
• Cien sonetos de amor (Cem Sonetos de Amor).
• Poesías: Las piedras de Chile.
• Cantos ceremoniales.
• Memorial de Isla Negra.
• La Barcaola.
• Las manos del día.
• La espada encendida.
• Jardín de invierno.
• Confieso que he vivido. Memorias.

21 comentários:

Jéssica Alves disse...

Cem sonetos de amor é lindo demaaaaaais!!*-*

beijos,

Jéssica
=D

Lara Sousa disse...

Eu acho que ja ouvi falar algo sobre ele, mas superficial msm; legal os poemas dele.

beeijO

Maiara Maria disse...

Faltou dizer que o nome do menino era, senão, Ricardo.

disse...

Isso Maiara, Falha minha!!!

Neftalí Ricardo Neyes Basoalto.
E obteve o direito de assinar como Pablo Neruda legalmente em 1946!!

disse...

Lara...
Conheça a fundo Neruda e se apaixone!!!

Mirelle e Bel disse...

oiiiii
td bom?
nossa, gostei desse autor!
obrigada por passar lá no meu blog
legal a foto neh, um dia eu aprendo a fazer, rsrsrsrs

Poxa vida, ainda não consegui colocar a lista de marcadores no meu blog, pq coloquei um template q não é do Blogger e ai não sei como fazer...punff

beijocas

www.manufaturanova.blogspot.com disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
www.manufaturanova.blogspot.com disse...

AMMMMMMMMMMOOOOOOO Pablito!! Justa homenagem!!=D

Petter disse...

Monk tem 6 temporadas, rê!
Rumo á sétima!

Gessica Santiago disse...

Lindo
Lindo
Lindo !
há tantos poetas escondidos por aqui também ...

:D


Beijos

instantes e momentos disse...

Essa música em meu blog " Ti amo", é um poema de Pablo Neruda, apareça e escute. É o amor dito, ou o dito amor.
Apareça . E parabens pelo post e blog
Bom fim de semana.
Maurizio

Cruela disse...

Neruda era uma figuraça.
o rei da metáfora

Universo 42 disse...

O meu poema preferido dele é "A Noite na Ilha"

Simone, disse...

q blog mais cativante.....
a começar pelas cores....
amo Neruda, justa homenagem.

Mônica disse...

Blog indicado a pegar o selo consciente.
por favor passe no meu e pegue-o

;D

beijo

Elcio Tuiribepi disse...

Olá...dizer o quê? Para esse temos que tirar o chapéu, sua forma de escrever é diferenciada, sai do tradicional e viaja por caminhos nunca antes percorridos...Boa escolha...bom domingo...bom dia do amigo...bjo

Elcio Tuiribepi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lana Haydée disse...

"Não quero ser... sem que me olhes" é a minha cara!!!

Renatinha, como sempre, com super dicas!!! Obrigada por mais esse presente.

bjim

Antônio J. Xavier disse...

Neruda rules!
Já perdi a conta de quantas vezes li cem sonetos de amor...
bjinhossss

Jéssica Alves disse...

Adorei o "tão in" hahahaha

Soou fashion!!

Beijos, Renata!

Breno Lucano disse...

Não deixem de assistir ao filme CARTEIRO E O POETA.